• Giulia Walt

Amor em 4 patas | Animais nas telas

O tema do post de hoje é sobre animais nas telas! Estamos fazendo indicações para que vocês se interessem mais pelo mundo animal, entendendo melhor acerca das explorações infligidas aos seres que dividem a Terra conosco.


Nosso planeta: gravada durante quatro anos, passando por 50 países ao redor do mundo e reunindo imagens nunca antes vistas da Terra, o documentário é dividido em oito episódios e reúne imagens sobre a vida selvagem, a beleza natural da Terra, as extraordinárias criaturas vivas, as mudanças climáticas e o impacto que elas estão ocasionando em nossa existência.



BlackFish - fúria animal: o documentário americano conta a vida de Tilikum, uma baleia de 7 metros de comprimento, que ficava aprisionada em um tanque de 30 por 15 metros e apenas 10 metros de profundidade, e devido a todo estresse causado devido às mais de 200 apresentações mensais, provocou a morte de 3 treinadores. Tilikum, conseguiu sua liberdade, após 33 anos aprisionada, vindo a óbito em março de 2016. A história traz à tona os maus-tratos causados aos mamíferos que estão presos em cativeiros e são obrigados a fazerem performances, tudo visando lucro de grandes empresas, como a SeaWorld.




Cowspiracy: Este documentário revela o impacto ambiental absolutamente devastador que a produção de carne em grande escala tem em nosso planeta e oferece um caminho para a sustentabilidade global; mostra também que a criação animal é a principal causa de desmatamento, poluição e consumo de água, além de ser responsável por mais gases de efeito estufa do que a indústria do transporte e uma das principais causas da destruição da floresta tropical, da extinção de espécies, da perda de habitat, da erosão do solo, das “zonas mortas” oceânicas e praticamente todos os outros danos ambientais.




Rio: Retrata a história de uma ararinha-azul chamada Blu que, ao nascer, foi capturada na floresta do Rio de Janeiro e levada para a ilha de Minnesota, nos Estados Unidos. Lá, foi criada por Linda, sua protetora, que cuidava muito bem da ave e tinha muito carinho pelo animal. Tudo muda quando Linda descobre que Blu era o último macho da espécie e que, no Rio de Janeiro, encontrava-se a última fêmea viva, a Jade. Então, Linda e Blu partiram para o Rio e teve início a história dessas duas aves juntas, que demoraram a se entender e passaram por diversas aventuras a partir do momento que foram capturadas por uma quadrilha que vendia aves raras.





Texto produzido pela acadêmica Gabriela Ritter, membro do Grupo de Pesquisa de Direito Animal do Unicuritiba.

6 visualizações0 comentário